Chloé Calmon vence etapa do Mundial

Chloé Calmon vence etapa do Mundial

274
SHARE

A história foi feita na primeira competição de surf profissional realizado no solo Papua Nova Guiné, com Taylor Jensen e Chloé Calmon sendo coroados campeões do Kumul PNG Mundial Longboard. O evento inovador chegou ao fim quando o último chifre soou e Jensen saiu coroado com seu terceiro título em etapas do Mundial. Mas, foi Calmon quem ganhou sua tão aguardada vitória no WLC, em uma batalha emocionante.

Taylor Jensen e Chloé Calmon sendo coroados campeões do Kumul PNG Mundial Longboard. Foto: Andrew Nichols

O maior público em competições até agora chegou em massa, alguns até madrugaram, andando pela noite, para chegar há tempo a competição. Calmon mostrou emoção pura quando a buzina final soou depois de ganhar sua primeira vitória WLC, na frente da multidão maciça, e ainda não acreditava em sua vitória.

Chloé Calmon campeã em Papua Nova Guiné. Foto: Tim Hain

“Eu sempre sonhei em ganhar um evento, mas isso é completamente diferente de qualquer coisa que eu já pensei”, disse Calmon. “Esta foi a primeira competição onde eu deixei de lado a minha competitividade e só fui me divertir, então foi ótimo encontrar o equilíbrio finalmente. Desde o primeiro confronto eu estava tão espantada com a energia deste lugar e muito feliz comigo mesma. Estou tão grata por estar aqui neste lugar incrível com essas pessoas fantásticas e se eu tivesse ficado em 1º ou 2º eu teria sido feliz, não importa o quê “.

Christal Walsh fechou em segundo. Foto: Tim Hain

Chloé, que foi vice-campeã do WLC de 2016, teve de lidar Crystal Walsh (finalista em 2015), numa final intensa. A maldição do finalista insistiu em cruzar o caminho de Calmon, neste evento, quando ficou aquém da pontuação necessária em duas ocasiões. A brasileira ganhou um 8,57 em vez dos necessários 8,60.

Os bastidores em Papua Nova Guiné. Foto:

No entanto, a última pontuação de 7,20 nos minutos finais de Calmon foi a mudança que ela precisava para virar a bateria contra Walsh por apenas 0,41.

A brasileira conseguiu virar sua bateria nos minutos finais. Foto: Tim Hain

“Foi incrível ver tanta gente torcendo por mim, meus amigos todos me apoiando na Final”, disse Calmon. “Crystal estava surfando incrivelmente e eu sabia que levaria tudo que eu tinha para vencê-la depois de surfar contra Honolua (Blomfield), naquela última Semifinal. Esta é uma grande vitória para mim, conquistar isso é uma sensação tão boa e sei sou capaz de realizar quando preciso.

Chloé segue na briga pelo título mundial de Longboard. Foto: Andrew Nichols

Walsh deixou o PNG com um segundo lugar, mas se colocou na melhor posição atrás de Calmon na briga pelo título mundial. A havaiana registrou a maior pontuação de uma única onda com um quase perfeito 9,50 na Semifinal contra Kaitlin Maguire.

Chloé Calmon se divertindo em Papua Nova Guiné. Foto: Tim Hain
O público marcou presença no evento. Foto: Andrew Nichols